ads

Slider[Style1]

Style6

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style5[ImagesOnly]


Piloto da Juka Motors teve final de semana perfeito no ECPA vencendo duas vezes e somando o máximo de pontos possível, levando a decisão do título para a última etapa.

A rodada dupla realizada no último sábado (21) no Autódromo de Piracicaba (interior de São Paulo) poderia ter garantido o título para o piloto da casa, Bruno Leme (Thomaz Racing) que chegou com grande vantagem para correr frente a sua torcida.

Porém o jovem carioca Gabriel Lusquiños (Juka Motors) em um final de semana perfeito ficou com as duas vitórias, além de somar todos os pontos possíveis (pole position e a melhor volta em ambas as corridas), diminuindo a diferença para 18 pontos e levando a decisão da Copa do Brasil de Fórmula 1600 para a última etapa que acontecerá no Autódromo de Interlagos (SP) no dia 19 de dezembro.

Na classificação, Lusquiños colocou 0s806 sobre Bruno Leme, o segundo colocado no grid que parou na pista nos minutos finais do treino necessitando ser rebocado para os boxes. Quem também fez um excelente treino foi Marcos Pimentel (Thomaz Racing), cravando o 3º melhor tempo apenas 0s874 em relação ao pole position.

A primeira corrida que aconteceu as 15h do sábado teve como grande surpresa a ausência de Leme no grid; ainda esperado que largasse dos boxes, o piloto do carro n° 78 ficou de fora da prova devido a um problema elétrico – posteriormente verificado pela equipe que se tratava de um fusível queimado.

Lusquiños disparou na frente após o sinal vermelho apagar abrindo vantagem em relação aos adversários; estreante, André Nohra (Juka Motors) que largou na 7ª colocação já aparecia em terceiro lugar. William Zaza (Zaza Racing) que largou em 8ª lugar e mantinha-se na disputa pelo título vinha em 5º lugar, atrás de Luiz Menezes Jr., outro piloto da equipe Juka Motors mostrando muita velocidade e agressividade na pista.

Perdendo rendimento, Pimentel não conseguia segurar o trio da Juka Motors, caindo para o quarto lugar; Zaza e Claudio Rodrigues (Thomaz Racing) travaram ótima disputa levantando a arquibancada do ECPA.

Na bandeirada, festa total da Juka Motors com seus três pilotos nas três primeiras colocações: vitória de Lusquiños seguido por Nohra e Luiz Jr. Zaza cruza em quarto lugar, seguido por Pimentel e Rodrigues fechando o pódio. Mostrando evolução em seu novo equipamento, Jayme Barbarise (Status Racing) fechou a prova em 7º lugar, seguido por Thiago Felippe (Thomaz Racing) que na corrida seguinte largaria na primeira colocação devido ao grid invertido.

Na segunda prova do final de semana, Felippe se mantém na ponta durante a largada, mas não por muito tempo e Zaza assumiria a ponta já na quarta volta, enquanto Lusquiños pulava para o terceiro lugar. Leme que largou em último lugar por não ter participado da prova anterior, já era o quarto colocado.

Uma volta depois os três candidatos ao título apareciam na sequência e muito próximos, com Zaza liderando seguido por Gabriel e Bruno. Na oitava volta a manobra que levantou a todos na arquibancada: na entrada do miolo Lusquiños vai para cima e coloca de lado na tentativa de ultrapassagem em cima de Zaza, mas enquanto os dois escorregam na curva, Leme aproveita e assume a liderança da prova.

Esse resultado colocaria fim na disputa pelo título da temporada 2015, mas em um dia perfeito e com equipamento muito bem acertado, uma volta depois Gabriel ultrapassa Bruno, e para mostrar que esse era o seu final de semana, crava a melhor volta na 10ª passagem.

Tentando se aproximar dos líderes, Zaza roda na 13ª volta e dá adeus à disputa pelo título depois de fazer uma extraordinária temporada – mesmo ficando de fora das três primeiras etapas do ano.

Lusquiños vence a segunda corrida do final de semana saindo de Piracicaba com todos os pontos possíveis (pole position, duas vitórias e as duas melhores voltas), diminuindo a desvantagem para 18 pontos em relação à Bruno Leme que cruzou na segunda colocação, seguido pelos dois carros da Juka Motors com Luiz Jr. em terceiro e André Nohra em quarto lugar. Felippe foi o quinto e Pimentel o sexto.

A decisão do título fica para a última etapa em Interlagos, onde Leme precisará de apenas um 6º lugar caso Gabriel repita o desempenho e largue na pole position, vença e faça a melhor volta. O piloto carioca sabe das dificuldades, mas está tranquilo: “Vou trabalhar para fazer o meu melhor em Interlagos, independente do Bruno. O que for para ser, será”, finalizou o piloto do carro n° 22.

A última etapa da temporada acontecerá no dia 19 de dezembro em Interlagos (SP).

Confira o resultado final da 13ª etapa:

1)    Gabriel Lusquiños (Juka Motors) – 18 voltas em 22min24s815
2)    André Nohra (Juka Motors) à 7s772
3)    Luiz Menezes Jr. (Juka Motors) à 8s453
4)    William Zaza (Zaza Racing) à 14s453
5)    Marcos Pimentel (Thomaz Racing) à 17s962
6)    Claudio Rodrigues (Thomaz Racing) à 23s561
7)    Jayme Barbarise (Status Racing) à 27s383
8)    Thiago Felippe (Thomaz Racing) à 30s261
9)    Eduardo Dias (San Race) à 39s785
10)    Rafael Seibel (RS Racing) à 1 volta

Não completou:

Daniel Ebel (Thomaz Racing) à 5 voltas

Melhor volta: Gabriel Lusquiños (Juka Motors) – 1min14s145

Confira o resultado final da 14ª etapa:

1)    Gabriel Lusquiños (Juka Motors) – 18 voltas em 23min31s775
2)    Bruno Leme (Thomaz Racing) à 1s402
3)    Luiz Menezes Jr. (Juka Motors) à 10s015
4)    André Nohra (Juka Motors) à 12s187
5)    Thiago Felippe (Thomaz Racing) à 17s120
6)    Marcos Pimentel (Thomaz Racing) à 17s766
7)    Eduardo Dias (San Race) à 26s249
8)    William Zaza (Zaza Racing) à 27s186
9)    Daniel Ebel (Thomaz Racing) à 29s654
10)    Jayme Barbarise (Status Racing) à 32s605
11)    Claudio Rodrigues (Thomaz Racing) à 37s469
12)    Rafael Seibel (RS Racing) à 1 volta

Melhor volta: Gabriel Lusquiños (Juka Motors) – 1min13s586


I Festival de Fórmula 1600 Brasil – 2015

Nos dias 18, 19 e 20 de dezembro o Autódromo de Interlagos recebe o I Festival de Fórmula 1600 Brasil, que será realizado em quatro corridas (sendo duas classificatórias, uma semi-final e uma final), podendo ser disputado de forma individual ou em duplas já que o resultado é somado por carro e não por piloto.

Inspirado em festivais internacionais como o de Brands Hatch que acontece a 40 anos na Inglaterra, a organização pretende reunir mais de 40 pilotos no final de semana e nomes importantes do automobilismo nacional.

Confira o calendário oficial da Copa do Brasil de Fórmula 1600:

18/04 – 1ª etapa – Londrina (PR)
23/05 – 2ª e 3ª etapa – Piracicaba (SP)
04/07 – 4ª e 5ª etapa – Curitiba (PR) – 800km de Curitiba
25/07 – 6ª e 7ª etapa – Interlagos (SP)
15/08 – 8ª etapa – Interlagos (SP)
05/09 – 9ª e 10ª etapa – Mogi-Guaçu (SP) – 500km de São Paulo (Vello Città)
10/10 – 11ª e 12ª etapa – Curitiba (PR)
21/11 – 13ª e 14ª etapa – Piracicaba (SP)
19/12 – 15ª etapa – Interlagos (SP)

A F1600 conta com o apoio da STP, FuelTech, Metal Horse, Lotse, MOTUL, Crestana e Alpie Escola de Pilotagem.

F1600 - Automobilismo ao seu alcance: Para maiores informações acesse: www.f1600.com.br ou através do Facebook (www.facebook.com/f1600BR).

Sobre Vitor Garcia

Categoria de automobilismo F1600 Brasil no Autódromo de Interlagos em São Paulo. Corridas emocionantes e chegadas espetaculares em carros de Fórmula!
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comente essa notícia